Índice de Transparência e Governança Pública 2022

Ceará

10ª posição entre os 27 entes avaliados

O governo do Ceará cumpriu boa parte dos requisitos exigidos pela avaliação e atingiu um desempenho considerado ‘bom’. O estado apresenta regulamentação de parte das normas consideradas essenciais para a promoção da integridade e transparência e pode melhorar o seu desempenho ao publicar dados detalhados sobre emendas parlamentares estaduais, obras públicas, concessões de crédito e financiamentos, notas fiscais eletrônicas, além de publicar as agendas das autoridades estaduais. O Ceará também pode promover mais políticas participativas e envolver os cidadãos na tomada de decisão.

Compartilhe esses resultados:

73.6

/ 100 PTS

Bom

Marcos Legais

61.1

Plataformas

100

Administração e Governança

80.4

Transparência Financeira e Orçamentária

66.7

Transformação Digital

83.3

Comunicação

91.7

Participação

39.3

66.7

Dados Abertos

Junte-se a nós por mais transparência!

Os resultados do Índice de Transparência e Governança Pública 2022 mostram que nenhum estado brasileiro publica informações completas sobre o uso de emendas parlamentares.

 

É direito do cidadão saber como é destinado o dinheiro público e a maioria dos governos estaduais ainda falha em garantir acesso adequado a informações sobre obras públicas e dados de incentivos fiscais.

 

Precisamos melhorar a transparência pública no Brasil e você pode fazer uma grande diferença nesta batalha!

 

Entre nessa campanha e ajude a aumentar nossa voz por um Brasil mais transparente e íntegro!

Sobre o Índice

O Índice de Transparência e Governança Pública será publicado anualmente com a avaliação dos entes públicos brasileiros a partir de critérios essenciais para sua integridade. Esta será mais uma ferramenta para que cidadãos, a imprensa e os próprios órgãos de controle possam comparar a evolução dos níveis de transparência e governança pública do país.

 

Em 2022, a Transparência Internacional – Brasil desenvolveu a metodologia e avaliou os 27 governos estaduais e distrital e apoiou e capacitou oito organizações da sociedade civil para que fizessem a avaliação dos governos municipais nas regiões onde atuam.

 

Ainda em 2022 será publicada a segunda rodada de avaliações dos municípios e, em 2023, a avaliação das assembleias legislativas de todo o país.

 

Este projeto conta com o apoio do Instituto Clima e Sociedade, da Fundação Konrad Adenauer Brasil e de recursos da União Europeia.

Confira a avaliação do seu estado clicando no mapa ao lado